Connect with us

Amazonas

“Tchau querido”, diz Coronel Menezes para Marcelo Ramos que perdeu vice-presidência da Câmara

O pré-candidato ao Senado Federal, Coronel Alfredo Menezes, disse durante entrevista no Fiscaliza Geral desta terça-feira (24), que o deputado federal Marcelo Ramos foi arrogante e prepotente, atacando várias instituições. Em nova votação realizada na Câmara dos Deputados, Ramos perdeu o cargo de vice-presidente.

O apresentador Alex Braga, relembrou Menezes que no dia 2 de maio, ele disse que iria conversar com o presidente nacional do Partido Liberal (PL) para solicitar o cargo de vice-presidência da Câmara Federal para um parlamentar do partido, já que Ramos havia saído da sigla e migrado ao PSD, após a filiação do presidente Jair Bolsonaro.

Em entrevista, Menezes afirmou que após a declaração fez a interlocução para que o cargo voltasse ao partido. “Você vê, dois dias depois que eu fiz essa declaração, ele entrou com uma liminar no Supremo, porque ele sabia que não era justo estar naquela Mesa Diretora porque ele tinha trocado de partido”, disse.

Coronel Menezes comentou sobre a conduta de Ramos. “Ele foi picado pelo mesmo veneno que ele usa. Esse sujeito tentou tirar o partido aqui no Estado do Amazonas do senador Alfredo Nascimento, mais por detrás das cortinas, na surdina, traindo uma pessoa que foi responsável pela eleição dele. É exatamente esse o perfil desse jeito, por onde ele anda engana todo mundo. É só vendo as últimas eleições né? Fala mal de um outro mas tá com a mesma pessoa na eleições. Então, nós fizemos essa interlocução para que a justiça fosse feita. Eu creio que agora o pingo dos ‘is” está colocado, a justiça foi feita e ontem já teve uma nova votação. Quero dizer para ele o seguinte, um dia desse ele foi tão arrogante e prepotente que fizeram uma pergunta com relação ao meu nome e falou o seguinte “Mas quem é mesmo esse tal de Coronel Menezes?”, então eu quero dizer aí para você escutar Marcelo Ramos, eu sou o Coronel Menezes, e é só o começo. Eu não tenho dúvida de que nós vamos limpar essa corja da vida pública, não só ele como também o parceiro dele que é o senador da Maus Caminhos que em nada contribui para o desenvolvimento do nosso Estado”, declarou.

Ontem, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, realizou uma nova eleição da Mesa Diretora, o que fez Ramos perder o cargo. Nas redes sociais, o deputado lamentou a decisão. “Sobre o episódio, não abordarei temas regimentais ou jurídicos, porque a decisão foi política. Não iria me calar em relação aos ataques que o presidente Jair Bolsonaro tem feito contra à Zona Franca de Manaus para permanecer na vice-presidência da Casa”, falou em um vídeo divulgado.

Menezes rebateu sobre o vídeo, dizendo que Ramos é “Agora esse traidor, falso e escorpião, busca se vitimizar né? Lamentavelmente eu quero dizer o seguinte “Tchau querido”. A Bíblia diz uma coisa, quem planta vento colhe tempestade. Esse sujeito foi muito prepotente e arrogante, essa vaga de vice-presidente da câmara é do Partido Liberal e não dele, porque ele achava que era dele e aí afrontou instituições como a Presidência da República e agora você tá no seu lugar e que isso sirva de lição para a vida pessoal”, disse.

Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012