Connect with us

Brasil

Policiais salvam bebê que se engasgou com leite materno: veja o vídeo

Dois policiais militares de Minas Gerais salvaram a vida de uma bebê de apenas 19 dias de vida, na última quinta-feira (2), em Matozinhos, cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte. A pequena Ruth foi levada aos agentes pela mãe dela, identificada como Roberta Porfírio, após se engasgar e ficar inconsciente, segundo a polícia.

Imagens de câmeras de segurança gravaram o momento em que a criança foi entregue aos policiais. No vídeo, a mãe e a avó de Ruth aparecem desesperadas e chegam a se ajoelhar. De acordo com a polícia mineira, o tenente Geordane Rocha, ao receber a criança, iniciou a Manobra de Heimlich, técnica usada em casos de asfixia.


Em poucos segundos, a pequena Ruth expulsou o leite pela boca e pelo nariz, e retomou a consciência, voltando a respirar. Em seguida, o tenente Geordane e o cabo Rafael Andrade embarcaram a mãe e a criança em um veículo e as enviaram a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde Ruth foi atendida e liberada na sequência.

O tenente Geordane, responsável por realizar a manobra que desengasgou a criança, disse ter ficado aliviado ao perceber que Ruth tinha retomado a consciência. O policial relatou ser pai de duas filhas e disse que uma delas, a caçula, nasceu prematura e teve que ficar em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) até se recuperar.

– Também sou pai de duas filhas e a caçula nasceu prematura e ficou por um longo período na UTI até se recuperar. Naquele momento, me coloquei no lugar daquela mãe desesperada. Quando a criança começou a tossir e a respirar, fiquei muito aliviado – contou.

A mãe de Ruth, Roberta Porfírio, disse que a primeira coisa que pensou ao ver que a filha estava engasgada foi levá-la até os policiais militares. Roberta ainda demonstrou gratidão pelos dois agentes e disse que o trabalho deles foi fundamental para manter sua filha viva.

– O profissionalismo do tenente Geordane e do cabo Andrade foi fundamental para salvar a vida de minha filha – completou.

Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012