Connect with us

Brasil

Marido é condenado a 25 anos de prisão por matar esposa que recusou mostrar celular

Ernando Oliveira da Silva, de 32, foi condenado a 25 anos de prisão pelo feminicídio de  Gabrielly da Silva Coelho Oliveira, ocorrido em 2010 em Nova Xavantina, em Mato Grosso, e ocasionado por ciúmes.

O crime aconteceu na casa onde o casal morava e na ocasião, estava fazendo churrasco. Ernando teria ficado com ciúmes da esposa e pediu o celular dela a primeira vez. Ela entregou.

Minutos depois, ele pediu novamente, e furiosa devido as crises de ciúme do marido, jogou o telefone no chão e quebrou o aparelho.

Em seguida, o marido jogou Gabrielly no chão e pegou um canivete que estava em seu bolso, desferindo três golpes no peito da esposa, que morreu na hora.

A pena-base foi de 18 anos e seis meses pelo crime de feminicídio. Com os agravantes de motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima, foi acrescida à pena mais seis anos e três meses.

Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012