Connect with us

Polícia

Funcionário de mercado é preso por se masturbar para criança de 2 anos

Um funcionário da rede O Bom Atacadão, em Guaratiba, na zona oeste do Rio, foi preso acusado de se masturbar enquanto olhava para uma criança de dois anos. O boliviano Boris Joshua Paz Aragon, de 41 anos, estava debaixo de uma bancada de frutas quando foi flagrado pela mãe da menina.

Ao perceber que havia sido notado e que estava sendo filmado, o suspeito tentou fugir, mas acabou detido por outros funcionários do mercado. O caso aconteceu no último dia 5 de agosto.

Boris Joshua foi preso por policiais militares e encaminhado à 35ª DP (Campo Grande), onde acabou autuado em flagrante por importunação sexual. No entanto, após audiência de custódia, ele foi solto e responderá em liberdade.

Segundo a mãe da menina, de 28 anos, a situação foi percebida porque algo debaixo da bancada chamou a atenção da filha. “Olhei e vi que tinha um funcionário lá, se masturbando”, contou ao jornal O Dia.

“Comecei a filmar, quando vi por cima da câmera, ele estava com pênis totalmente para fora olhando para minha filha e minha filha estava olhando para ele”, completou.

Desde o episódio, a mãe da criança não consegue mais dormir: “Tenho crise de ansiedade e meu coração dispara toda hora. Eu tenho prova do que ele fez, levei pen-drive com vídeo, ficou tudo com a polícia. Ele estava em horário de trabalho e uniformizado”.

De acordo com a rede O Bom Atacadão, o funcionário trabalhava no local havia menos de um mês e foi demitido. Em nota, o Tribunal de Justiça do Rio afirmou que em audiência de custódia foi concedida liberdade provisória ao indiciado mediante o cumprimento de medidas cautelares.

Via Metrópoles

Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012