Connect with us

Poder

Senador pede impeachment do ministro Alexandre de Moraes

Na noite desta quarta-feira (21), o senador Lasier Martins (Podemos-RS) protocolou um pedido de impeachment contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. O senador alega crime de responsabilidade. As informações são do Poder360.

O pedido de Martins foi motivado pela operação autorizada por Moraes contra empresários que falaram em golpe de Estado durante uma conversa no WhatsApp. Para Lasier, a decisão do ministro foi um “ato explicitamente abusivo” e “incompatível com as liberdades constitucionais”.

A ação corre em sigilo.

ENTENDA
Em agosto, Moraes autorizou uma operação da Polícia Federal (PF) que teve como alvo um grupo de empresários bolsonaristas que supostamente defendiam um golpe no Brasil, caso o ex-presidente Lula vencesse as eleições.

A operação da PF ocorreu após uma reportagem do portal Metrópoles apresentar prints que seriam de conversas de grandes empresários brasileiros em um grupo privado de WhatsApp. De acordo com o colunista Guilherme Amado, entre os empresários presentes no grupo estavam Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan; Afrânio Barreira, do Grupo Coco Bambu; José Koury, dono do Barra World Shopping, no Rio de Janeiro; Ivan Wrobel, dono da construtora W3 Engenharia; e Marco Aurélio Raymundo, dono da marca de surfwear Mormaii.

A ação foi autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF. Ele autorizou o cumprimento de mandados de busca e apreensão contra oito empresários. Nas mensagens, eles teriam chegado a afirmar que “golpe foi soltar o presidiário” e que os atos marcados para o próximo 7 de Setembro estão sendo programados “para unir o povo e o Exército”.

Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012