Connect with us

Amazonas

Serafim informou que a ZFM poderá viver um choque tecnológico daqui a alguns anos

O candidato à reeleição como Deputado Estadual e ex-prefeito da cidade de Manaus, Serafim Corrêa (PSD), esteve no Fiscaliza Geral desta sexta-feira (23), para falar sobre seu legado na política e propostas da eleição que ocorrerá em outubro deste ano.

Serafim destacou que sua passagem pela Prefeitura de Manaus deixou um legado importante para a cidade, pois resolveu problemas que a cidade enfrentava a muito tempo.

“Esses problemas não resultaram em votos, mas fico em paz com a minha consciência por que isso resultou em melhorias da vida do povo. A questão da água foi resolvida envolvendo até a presidência da república, considero meu legado mais importante, segundo foi a limpeza pública. Iluminação pública, Manaus não tinha até o ano de 2004 e cada vez foi melhorando mais, hoje é uma cidade muito bem iluminada. Obras de viadutos. Considero que deixei um legado de humanismo e seriedade”, disse.

“Outro marco importante é a domingueira no transporte coletivo, tudo que tem de modernidade no transporte coletivo foi da nossa época. Passa fácil, domingueira, bilhetagem eletrônica”, completou.

Serafim informou que está no mesmo partido há cerca de quarenta anos e tem afinidade com as lideranças tanto atuais como as que se foram e têm afinidade.

“Acho que você na vida tem que escolher um caminho e podemos mudar também, mas se você mantém seus ideais e pensamentos, entendendo que é o melhor caminho, você deve permanecer e sou muito grato pelo PSD, nos sentimos bem em estar no partido socialista brasileiro”, informou.

“Respeito quem mudou de partido, é um direito de cada um, mas eu prefiro continuar fiel aos meus princípios e ideais”, completou.

Em relação à Zona Franca de Manaus, Serafim informou que ela viverá daqui a alguns anos um choque tecnológico.

“Cada vez mais o mundo é digital, as pessoas podem estar ao mesmo tempo trabalhando lá e no Japão, precisamos encorpar essa tecnologia e ter aqui. Nós teremos dificuldades se perdermos a guerra da ciência e tecnologia, muito maiores por dificuldades de mexidas tributárias. A tecnologia pode fazer com que desloque o eixo e hoje nós já assistimos parcialmente esse deslocamento”, informou.

Serafim finalizou que se tivesse tido a oportunidade ser Governador do Amazonas, estaria incentivando principalmente o turismo, integrando o interior.

Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012